Digite aqui o que você está procurando...

Observatório do Cinema

canal MPF

Canal / Nova Campinas

O SHOW DO COMÉRCIO

Extra Online - TV e Lazer

TV iG: Vídeos de notícias, futebol, lutas, clipes, moda e trailers

28 de dez de 2016

Bangu só vitórias




Selecionamos algumas reportagens interessantes sobre o Bangu Atlético Clube, vale a pena dar uma conferida, de volta no tempo, um pouco de história arte e cultura.



23 de dez de 2016

20 de dez de 2016

Trailers - Rogue One: Uma História Star Wars -



Rogue One: Uma História Star Wars – Novo Trailer por filmow A LucasFilm apresenta o primeiro filme derivado de Star Wars. Rogue One: Uma História Star Wars é uma aventura épica e totalmente nova. Em um período de conflito, um grupo de heróis improváveis se reúne em uma missão para roubar os planos da Estrela da Morte, a arma de destruição definitiva do Império. Esse evento chave na linha do tempo de Star Wars aproxima pessoas comuns que escolheram fazer coisas extraordinárias e que, ao fazê-las, tonaram-se parte de algo maior do que elas mesmas. Rogue One: A Star Wars Story Rogue One: Uma História Star Wars

18 de dez de 2016

30 de nov de 2016

A Chegada | Trailer legendado | 9 de fevereiro nos cinemas


Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

A Chegada | Trailer legendado | 9 de fevereiro... por filmow

O Filho Eterno - 1 de Dezembro de 2016 | Filmow



O Filho Eterno | Trailer | 1º de dezembro nos... por filmow
82 minutos
Curitiba, 1982. Prestes a completar 30 anos, Roberto e Cláudia terão seu primeiro filho. A vida adulta chega, repleta de esperança e a certeza de novos rumos. Roberto, escritor ainda não publicado, está seguro de que o nascimento do filho é o marco para uma nova vida. No entanto, o sonho de Roberto rapidamente ganha um sabor amargo quando ele percebe que terá de se habituar com uma ideia diferente - ser pai de Fabrício, uma criança com síndrome de Down.
O Filho Eterno - 1 de Dezembro de 2016 | Filmow

29 de nov de 2016

Vídeos: LIERJ – Lançamento do CD da Série “A” (17/11/2016) | CARNAVAL CARIOCA – O melhor carnaval do mundo – Ano 7


Vídeos: LIERJ – Lançamento do CD da Série “A” (17/11/2016) | CARNAVAL CARIOCA – O melhor carnaval do mundo – Ano 7

Elis (2016) - Trailer

Longa-metragem ficção baseado na vida da cantora Elis Regina. O filme aborda a história da cantora desde sua chegada ao Rio de Janeiro com 19 anos até sua morte trágica e precoce. Apesar de todas as dificuldades, o sucesso vem fulminante e a vida de Elis ganha projeção nacional e internacional. Jovem de origem humilde se torna uma das maiores artistas da música e é considerada até hoje a maior cantora do Brasil.
ELENCO
Andreia Horta …. Elis Regina
Gustavo Machado …. Ronaldo Boscôli
Caco Ciocler …. César Camargo Mariano
Lucio Mauro Filho …. Miéle
Zé Carlos Machado …. Romeu
Júlio Andrade …. Lennie Dale
Rodrigo Pandolfo …. Nelson Motta
César Troncoso …. Marcos Lázaro
Bruce Gomlevsky
Ícaro Silva …. Jair Rodrigues
Eucir de Souza …. Samuel
Isabel Wilker …. Nara Leão
Natália Rodrigues
Alex Teix


Fonte / http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/elis/

Surpreenda a todos fazendo essa receita maravilhosa de camarão gratinado

23 de nov de 2016

Canal Música / Odete Lara


Odete Righi
 17/4/1929 São Paulo, SP 


Atriz. Cantora. Filha única de imigrantes italianos, sua mãe suicidou-se quando ela tinha seis anos, o que fez com que fosse mandada para um colégio interno e, posteriormente, para a casa da madrinha. Trabalhou como secretária e datilógrafa. Incentivada por uma amiga, fez o curso de modelo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, onde também participou (...)[Saiba Mais]

Dados Artísticos


Sua carreira artística teve início no começo da década de 1950, quando foi indicada por Otomar dos Santos, para a recém-inaugurada TV Tupi. Na emissora de Assis Chateaubriand, atuou inicialmente como garota propaganda e, depois, na versão brasileira da peça "Luz de gás", com Tônia Carreiro e Paulo Autran. Em seguida, interpretou a Rainha (...)
[Saiba Mais]

Discografia

  • (1975) Encontros • Philips • LP
  • (1967) Grande parada Elenco - Vol. 1 • Elenco • LP
  • (1966) Contrastes • Elenco • LP
  • (1964) Rio Capítal da Bossa Nova • Elenco • LP
  • (1963) Vinícius e Odette Lara • Elenco • LP

[Saiba Mais]

Odete Lara - Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira

Confira o novo trailer do filme "Kong - A Ilha da Caveira"

12 de nov de 2016

3 de nov de 2016

Novo trailer de ‘Mulher-Maravilha’

22 de out de 2016

Fragmentos de uma Cronologia Inerte | Porta Curtas

Fragmentos de uma Cronologia Inerte de Lucas Simões

Gênero: Documentário
Diretor: Lucas Simões
Duração: 8 min Ano: 2013 Formato: Digital
País: Brasil Local de Produção: PE
Cor: Colorido
Sinopse: Parado, no engarrafamento.
Fragmentos de uma Cronologia Inerte | Porta Curtas

Coração de Mãe | Porta Curtas

Coração de Mãe de Junior SQL

Diretor: Junior SQL
Elenco: Adriano Xadrez, Altair Barbosa, Anunciação de Maria Marques, Carmen Lucia, Ingrid, José Carlos Eterno, Kimberly, Rafael Chapeta
Duração: 25 min Ano: 2015 Formato: Digital
País: Brasil Local de Produção: RJ
Cor: Colorido
Sinopse: Coração de Mãe é um pequeno registro da vida de 8 moradores da ocupação Edith Stein na Lapa, RJ
Coração de Mãe | Porta Curtas

Enquanto a Justiça Tarda | Porta Curtas

Diretor: Fabiano Raposo
Duração: 17 min
 Ano: 2009 Formato: Mini-DV
País: Brasil Local de Produção: PB
Cor: Colorido
Sinopse: "Há trinta anos uma carta com 115 nomes de pessoas que seriam exterminadas é recebida pelo Diário da Borborema, e publicada. Surge um momento negro na mídia e segurança de Campina Grande: o grupo de extermínio MÃO BRANCA."
Ficha Técnica
Produção: Rebecca Cirino
Roteiro: Fabiano Raposo
Som: Vito Quintans
Narração: Luciano de Lima Costa
Direção de Fotografia: Jhésus Tribuzi
Montagem: Anacã Agra, Ramon Porto Mota

Enquanto a Justiça Tarda de Fabiano Raposo

Enquanto a Justiça Tarda | Porta Curtas

O garoto de 13 anos que você vai querer no seu time!

6 de out de 2016

É Fada - Trailer Oficial

Geraldine (Kéfera Buchmann) é uma fada que perdeu suas asas por utilizar métodos pouco convencionais em suas missões. Sua última chance para recupera-las será a missão Julia (Klara Castanho). Julia foi criada somente pelo pai, com muito amor e poucos recursos. Depois de anos, a mãe retorna e passa a questionar a educação de Julia. Eis que surge Geraldine para ajudá-la a vencer os preconceitos e estabelecer novas amizades. Mas Geraldine continua atrapalhada e Julia logo descobrirá que nem todas as fadas são iguais. 
Visite: 
https://www.imagemfilmes.com.br/image...

29 de set de 2016

(Dublado) - Dois Homens e Meio

As Coisas que Moram nas Coisas (2006)

Assista ao filme, leia o roteiro, comente 22, publique, Ficção, de Bel Bechara, Sandro Serpa, Duração: 14 min, Plays 31.519
Gênero: Ficção 
Subgênero: Drama 
Diretor: Bel BecharaSandro Serpa 
Elenco: Gabriel FantiniJesser de SouzaLucas Arruda,Luciana ArrudaRaquel Scotti HirsonRobson Emílio 
Duração: 14 min     Ano: 2006     Formato: 35mm 
País: Brasil     Local de Produção: SP 
Cor: Colorido 
Sinopse: Enquanto acompanham sua família formada por catadores de lixo, três crianças atribuem novos significados aos objetos descartados pela cidade, inventando brincadeiras e pontos de vista. 

http://portacurtas.org.br/filme/?name=as_coisas_que_moram_nas_coisas

Festa da Salsicha / Milhares de lanches são sacrificados todos os dias para saciar nossos mais profundos desejos primitivo

A superpopulação humana é a doença. Inferno é a cura

De volta no tempo / Imagens do Rio Antigo

Veja gols e os resultados da Champions

Eliminação do Flamengo: vexatória ou providencial?

27 de set de 2016

TIM MAIA (Documentário)

O documentário Tim Maia, do diretor e produtor Flavio Tambelini, é uma pequena joia do cinema nacional. Único registro do músico em 35mm, o filme de 1987 finalmente chega ao Porta Curtas, mostrando de maneira descontraída o que Tim pensava sobre dinheiro, amor, carreira e até vidas em outras dimensões planetárias. 
Sem máscaras, nem filtros, o pai da soul music brasileira articula pérolas como: "o mundo só vai ficar legal quando acabar o dinheiro; porém, que não me falte nenhum enquanto não terminar". Imperdível! 
Outros mestres da nossa música fazem companhia a Tim na seleção swingada de filmes da semana, que revela registros íntimos e musicais. Com vocês, Bezerra da Silva, Macau, Heitor dos Prazeres e Os Mutantes. 




http://portacurtas.org.br/

Heitor dos Prazeres | Porta Curtas

Mix - Avril Lavigne

22 de set de 2016

O nome é Straccetto, mas pode chamar de MELHOR SANDUBA DO MUNDO!

'Pequeno Segredo' estreia em apenas uma sala hoje (Trailer oficial)


Fish Burguer é uma receita para aproveitar a grande oferta de pescado maranhense | Agência Brasil

Crianças de escolas públicas aprendem a cultivar hortas de forma sustentável | Agência Brasil

Conheça os locais em Nova York onde grandes filmes foram filmados

Conheça os locais em Nova York onde grandes filmes foram filmados
O jornalista e fotógrafo Christopher Moloney está desenvolvendo o interessante projetoFILMography, que mostra o passado e o presente de locações em Nova York de grandes sucesos do cinema.
A premissa é simples: ele sobrepõe fotos originais dos filmes na frente dos locais em que foram filmados, fazendo um contraste perfeito. Já foram tiradas mais de 250 imagens.
Confira algumas das fotos desse projeto saudosista:

Denzel Washington formou os Sete Homens e Um Destino e agora eles estão prontos para fazer a justiça!

4 de set de 2016

"Os Trapalhões" volta a Rede Globo em 2017

Globo inicia a produção da nova versão de Os Trapalhões
E já temos novidades boas para a televisão em 2017! Renato Aragão vai continuar como Didi; Dedé Santana retorna como Dedé e dois novos atores serão escolhidos para viverem Zacarias e Mussum. A Globo já começou a produzir a nova versão de Os Trapalhões, com estreia confirmada em 2017. Depois, com a entrada do Mussum e do Zacarias, foram produzidos mais de 20 filmes que levaram aos cinemas um público acima dos 120 milhões. Nos bastidores, boatos indicam que a Globo está pensando em Mussunzinho para interpretar o personagem que já foi de seu pai. Lilian Aragão, esposa de Renato, revelou a alegria do retorno do quadro na grade da Globo. Amigos de Renato dizem que ele está feliz com essa retomada: "Ele passa o dia sentado na frente do computador redigindo as histórias". A narrativa será praticamente a mesma, no esquema de esquetes divertidas que já são escritas por Renato, todas com humor 'ingênuo'. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida. 

31 de ago de 2016

Dilma Rousseff / Pronunciamento após aprovação do golpe parlamentar pelo Senado

O Roubo da Taça | Trailer Oficial

Desculpe o Transtorno

A Comédia Divina Trailer Oficial

Star Trek: Sem Fronteiras | Trailer #2 | Dub | Paramount Pictures Brasil

Um Namorado Para Minha Mulher | Trailer Oficial

AQUARIUS - Trailer legendado

30 de ago de 2016

Mousse de Leite Ninho

24 de ago de 2016

Santa Cruz da Serra de passagem em 2009 (De volta no tempo)


Nova Campinas de passagem em 2009 (De volta no tempo)


Jardim Anhangá de passagem em 2009 (De volta no tempo)


Escola em condições precárias em Duque de Caxias (04/16)


Moradores de Nova Campinas (Rua 17 - sem água)


Política e Cidadania com Mário Sergio Cortella


22 de ago de 2016

Campanha #CoraçãoParalímpico rumo aos #JogosParalímpicos Rio 2016 | Agência Brasil



Na nova fase da campanha #CoraçãoParalímpico rumo aos #JogosParalímpicos Rio 2016, o Comité Paralímpico Brasileiro convidou pessoas comuns para saber o quanto elas conhecem sobre os nossos campeões.
 #CarregoNoPeito é o lema de todos que levam no coração o amor pelo esporte paralímpico e pela nossa bandeira!

18 de ago de 2016

De volta no tempo / We Are The World

FERJ | Bangu e Resende empatam na estreia da Copa Rio

Numa partida bastante disputada, Bangu e Resende empataram em 1 a 1, na tarde desta quarta-feira, 17 de agosto, em Moça Bonita, na abertura da Copa Rio 2016. O time da Zona Oeste abriu o placar com Jeferson Silva, no primeiro tempo, enquanto o Resende chegou ao gol perto do fim do segundo tempo, com o zagueiro Admilton, aos 43 minutos.
Com seu primeiro ponto conquistado, agora os comandados de Mário Marques se preparam para enfrentar o Volta Redonda, na próxima quarta-feira, 24 de agosto, às 15h, no estádio Raulino de Oliveira, no Sul Fluminense. Já o Gigante do Vale terá pela frente o Friburguense, no seu estádio, no mesmo dia e horário.
O Jogo
O confronto começou com o Resende tomando a iniciativa de ataque, chegando a levar perigo com bolas aéreas, enquanto o Bangu tentava sair para o jogo. No contra-ataque alvirrubro, aos oito minutos, João, em velocidade pela direita, foi derrubado próximo à linha de fundo. Vitinho cobrou, mas a barreira rebateu. A partir daí, o Bangu se soltou e passou a fazer boas trocas de passes. Veloz, o atacante João era o mais requisitado para apertar a saída de bola do Resende, dando sustos na defesa adversária.
A insistência deu certo. Aos 27 minutos João avançou pela direita e cruzou rasteiro. O goleiro Arthur se atrapalhou e na confusão Jeferson Silva empurrou para as redes, abrindo o placar para o time da Zona Oeste. Bangu 1 a 0.
Na volta para o segundo tempo não houve alterações nas equipes, que aplicaram um ritmo mais forte mantendo o confronto equilibrado. Enquanto o Resende segurava a posse de bola para si, o Alvirrubro aproveitava os contra-ataques em velocidade. Na pressa para buscar o empate, o Resende começou a dar mais ritmo ao confronto, que esquentou a ponto do lateral-esquerdo Vitinho, pelo Bangu, levar o segundo cartão amarelo, aos 27 minutos.
Aproveitando a vantagem numérica em campo, o técnico Toninho Andrade colocou o Resende todo pra frente. A pressão alvinegra era forte, até que aos 43 minutos, em cruzamento pela esquerda, Admilton subiu mais que todo mundo fechando o placar em 1 a 1.
Agência FERJ
imgCapa

João Carlos Gomes/BAC













28 de jun de 2016

23 de jun de 2016

4 de mai de 2016

Especial / Beth Carvalho


Elizabeth Santos Leal de Carvalho nasceu no Rio de Janeiro, no dia 5 de maio de 1946. Filha de João Francisco Leal de Carvalho e Maria Nair Santos Leal de Carvalho, e irmã de Vânia Santos Leal de Carvalho. Seu contato com a música foi incentivado pela família, ainda na infância. Aos oito anos, ouvia emocionada as canções de Sílvio Caldas, Elizeth Cardoso e Aracy de Almeida, grandes amigos de seu pai. Sua avó, Ressú, tocava bandolim e violão. Nas festinhas e reuniões musicais dos anos 60, surgia a cantora Beth Carvalho, influenciada por tudo isso e pela Bossa Nova.
Em 1964, seu pai foi cassado pelo golpe militar por ter pensamentos de esquerda. Para segurar a barra pesada que sua família enfrentou durante a ditadura, Beth passou a dar aulas de violão para 40 alunos. Graças à formação política recebida de seus pais, Beth Carvalho é uma artista engajada nos movimentos sociais, políticos e culturais brasileiros e de outros povos. Um exemplo foi a conquista, ao lado do cantor Lobão e de outros companheiros da classe artística, de um fato que até então era inédito no mundo: a numeração dos discos.
Em 1965, gravou o seu primeiro compacto simples, com a música “Por quem morreu de amor”, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli. Em 66, já envolvida com o samba, participou do show “A Hora e a Vez do Samba”, ao lado de Nelson Sargento e Noca da Portela.
Vieram os festivais e Beth participou de quase todos: Festival Internacional da Canção (FIC), Festival Universitário, Brasil Canta no Rio, entre outros. No FIC de 68, conquistou o 3º lugar com “Andança”, de Edmundo Souto, Paulinho Tapajós e Danilo Caymmi, e ficou conhecida em todo o país. Além de seu primeiro grande sucesso, “Andança” é o título de seu primeiro LP, lançado no ano seguinte.
A partir de 1973, passou a lançar um disco por ano e se tornou sucesso de vendas, emplacando vários sucessos, como “1.800 Colinas”, “Saco de Feijão”, “Olho por Olho”, “Coisinha do Pai”, “Firme e Forte” e “Vou Festejar”. Beth Carvalho é reconhecida por resgatar e revelar músicos e compositores do samba. Em 1972, buscou Nelson Cavaquinho para a gravação de “Folhas Secas” e três anos depois fez o mesmo com Cartola, ao lançar “As Rosas Não Falam”.

Memória / Dalva de Oliveira


Vicentina de Paula Oliveira
* 5/5/1917 Rio Claro, SP
+ 31/8/1972 Rio de Janeiro, RJ
Cantora / Filha mais velha de Mário de Oliveira e Alice do Espírito Santo. Além dela, os pais tiveram mais três meninas, Nair, Margarida e Lila e um menino que nasceu com problemas de saúde e morreu ainda criança. Seu pai, que era conhecido na cidade pelo apelido de Mário Carioca, era marceneiro e músico nas horas vagas, tocava clarinete (...)
Uma das grandes estrelas dos anos 1940, 1950 e 1960, sendo considerada uma das mais importantes cantoras do Brasil. Dona de uma poderosa voz, cuja extensão ia do contralto ao soprano, marcou época como intérprete. Iniciou sua carreira em São Paulo. Depois de terminar o serviço de faxina do salão de danças em que trabalhava, costumava cantar algumas (...)

Especial / Lulu Santos


Luís Maurício Pragana dos Santos
 4/5/1953 Rio de Janeiro, RJ 
Cantor. Compositor. Guitarrista. Produtor. Filho de brigadeiro da Aeronáutica, ainda pequeno mudou-se para Illinois, nos EUA, para onde seu pai foi transferido. Com oito anos ganhou a sua primeira guitarra e com 12 formou um conjunto de cover dos Beatles. De volta ao Rio de Janeiro, aos 18 anos, saiu de casa para morar em comunidade numa casa no bairro de Santa Teresa, onde, de acordo com declaração (...)
[Saiba Mais]Dados Artísticos
Surgiu no cenário artístico em meados dos anos de 1970, quando integrou o grupo carioca de rock Vímana, que também contava com as presenças de Lobão, Fernando Gama e Ritche. Em 1976, integrando o Vímana, gravou um compacto pela Som Livre com as músicas "Zebra" e "Masquarede". Nesse mesmo período, participou de grupos como o Albatroz, Veludo (...)
[Saiba Mais]

Obras

  • A cura
  • Adivinha, o quê
  • Apenas mais uma de amor
  • Aquilo
  • Areias escaldantes
  • Assim caminha a humanidade
[Saiba Mais]

Discografia

  • (2013) Lulu canta & toca Roberto e Erasmo Carlos • CD
  • (2010) Acústico MTV II • Universal Music
  • (2009) Singular • BMG • CD
  • (2007) Longplay • Independente/Som Livre • CD
  • (2004) MTV ao vivo • BMG • CD
  • (2003) Bugalu • BMG • CD
[Saiba Mais]

Shows

  • Show Amor à arte. Olympia, SP.
  • Show Honolulu. Praça da Apoteose, RJ.
  • Pop Festival Telefônica TIM. Sociedade Hípica do Rio de Janeiro. RJ.
  • show Bugalu. Canecão, RJ.
  • II Prêmio Tim 2004. Teatro Municipal do Rio de Janeiro, RJ.
  • Letra e música. Claro Hall, RJ.
[Saiba Mais]

Clips

  • Todo Universo. Direção de Jarbas Agnelli. (2002)
[Saiba Mais]

Bibliografia Crítica

  • ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
  • ALBIN, Ricardo Cravo. MPB - A História de Um Século. 2ª ed. Revista e ampliada, Rio de Janeiro: MEC/Funarte/Instituto Cultural Cravo Albin, 2012.
  • ALBIN, Ricardo Cravo. O livro de ouro da MPB. Rio de Janeiro: Ediouro, 2003.
  • ALEXANDRE, Ricardo. Dias de Luta - O Rock e o Brasil dos Anos 80. Porto Alegre, Rio Grande do Sul: Arquipélogo Editorial Ltda, 2ª ed., 2013.
  • AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010.
  • CHAVES, Xico e CYNTRÃO, Sylvia. Da Pauliceia à Centopeia Desvairada - as Vanguardas e a MPB. Rio de Janeiro: Elo Editora, 1999.
[Saiba Mais]

Seguidores